Julho 7, 2009

O vampiro é o novo James Dean?


O vampiro é o novo James Dean. Há qualquer coisa de suave e sexy nestes jovens, eróticos, predadores.



Quem o diz é Julie Plec, argumentista e produtora executiva da série Vampire Diaries, ao New York Times, no artigo «A Trend with Teeth» («Uma moda com dentes»), e nós ficámos a pensar na frase.

Em meados dos anos 1950, James Dean, um jovem na casa dos vinte, fez três filmes (Rebel Without a Cause, East of Eden, Giant)  e tornou-se uma estrela. Não, um mito. Dean morreu aos 24 anos, foi nomeado para dois óscares da Academia e ainda hoje nos lembramos dele.

Dizem que conseguiu personificar a juventude inquieta da América dos anos 50, dar corpo e voz às esperanças e medos que habitam todos os jovens. Como diz Joe Hyams, na sua biografia de James Dean, Little Boy Lost:


Num golpe de magia e de cinema, James Dean conseguiu, de uma forma brilhante, dramatizar as perguntas a que todos os jovens de todas as gerações têm de responder.


Será que o vampiro é o James Dean do nosso tempo? Parece-te que os dilemas que atormentam os jovens vampiros do século XXI têm alguma coisa a ver com a personalidade inquieta, contraditória, cheia de medos e de esperanças que James Dean conseguiu representar no cinema? Deixa-nos a tua opinião!


Mais sobre James Dean:

Citações:

“Sonha como se fosses viver para sempre. Vive como se morresses hoje.”

“Só os ternos são verdadeiramente fortes.”

James Dean no Imdb

James Dean Site Oficial

bannersmyspace



Para mais informação consulte-nos por email.

visite a nossa página oficial de Facebook