Junho 5, 2009

O que L. J. Smith pensa da série


Olá, vampiros


Já pedimos a vossa opinião sobre a série inspirada em Crónicas Vampíricas e ouvimos os vossos uauuu!!! e os vossos aaarghh com o mesmo entusiasmo. Hoje, gostávamos de lançar ainda mais achas para a fogueira! Sim, queremos que leiam o que L. J. Smith pensa do assunto (já não era sem tempo, certo?).

A opinião está no blog da autora, mas aqui traduzimos uma parte:


ljsmith-photo


Não tive coragem de ir à apresentação do piloto em L. A., mas a minha fiel agente, Elizabeth, foi à apresentação em Nova Iorque. Elizabeth disse-me que tinha adorado, especialmente as cenas entre Stefan e Damon. Fico feliz com isso, porque é essa química que tem de funcionar para que se torne um verdadeiro triângulo amoroso. Também me disse que sentiu a química entre Stefan e Elena, que é igualmente importante. Agora, só tenho de preocupar-me com a química entre Damon e Elena (hei-de preocupar-me com tudo o que deixar margem para dúvidas – é a minha natureza). Elizabeth também me disse que, para além do cabelo de Elena ter mudado, a personagem em si é bastante vulnerável e acessível: duas palavras que eu nunca usaria para descrever a Elena de DESPERTAR. Mas vejo as coisas desta maneira: no primeiro volume, Elena é detestável durante quase metade do livro. É assim que deve ser, porque DESPERTAR centra-se na sua transformação depois de ter conhecido Stefan. Mas como é que se consegue meter isso, e toda a acção do livro, num piloto de duas horas? Sem que os espectadores odeiem Elena por ser tão presunçosa? (…) Seja como for, como confio em Elizabeth com a própria vida, ponho oficialmente o meu carimbo de aprovação no episódio piloto.


Sim, é verdade, L. J. Smith não viu o piloto com os próprios olhos (na verdade, será uma grande conquista se vir a série na televisão, uma vez que a autora não vê televisão, aliás, não tem televisão instalada em casa). Mas, se é difícil para muitos leitores aceitar a adaptação de um livro à televisão ou ao cinema, imaginem o que será para quem o escreveu… O que pensas da aprovação de L. J. Smith?



Para mais informação consulte-nos por email.

visite a nossa página oficial de Facebook