Maio 22, 2009

Achas que vais conseguir parar?

Lê o primeiro capítulo de DESPERTAR e liberta o vampiro que há em ti…



4 de Setembro

Querido diário:

Algo horrível vai acontecer hoje.

Não sei porque escrevi isto. É de loucos. Não há nenhum motivo para que me sinta inquieta e todos para que seja feliz, mas…

Mas aqui estou às cinco e meia da manhã acordada e assustada. Estou sempre a dizer a mim mesma que simplesmente estou um caco devido à diferença horária entre a França e aqui. Mas isso não explica por que razão me sinto tão assustada. Tão perdida.

Anteontem, enquanto a tia Judith, Margaret e eu voltávamos de carro do aeroporto, tive uma sensação muito estranha. Quando virámos para a nossa rua, pensei de repente: «A mamã e o papá estão em casa à nossa espera.

Aposto que estarão no alpendre da frente ou na sala de estar a olhar pela janela. Devem ter sentido muitas saudades minhas.»

Eu sei. É de loucos.

Mas até mesmo quando vi a casa e o alpendre da frente vazio continuei a sentir a mesma coisa. Subi a correr os degraus e bati com a aldraba. E quando a tia Judith abriu com a chave precipitei-me para dentro e simplesmente fiquei no átrio à escuta, esperando ouvir a mamã a descer as escadas ou o papá a chamar-me do escritório.

Nesse momento, a tia Judith deixou cair uma mala ruidosamente no chão atrás de mim, deu um enorme suspiro e disse: «Estamos em casa.» Margaret riu. E fui invadida pela sensação mais horrível que alguma vez tive. Nunca me senti tão total e completamente perdida.

Casa. Estou em casa. Porque é que isso soa como se fosse mentira?


Faz o download do 1º capítulo completo de DESPERTAR


Para mais informação consulte-nos por email.

visite a nossa página oficial de Facebook